Devolvam o meu Natal



Arriba Muchachos, que saudades de vocês! Pena que eu tenho que falar de um assunto tão bad vibe. 

Infelizmente, tenho notado que a mídia pode estar, mesmo que involuntariamente, matando o espírito natalino de sua programação. Juro por Odin que daria tudo para ouvir a Simone cantando “...Então é Nataaaaaaal...” 

Começando o papo saudosista, bem coisa de velho. Na minha época, nos idos anos 90 e 2000, assim que passava dia das crianças, percebia a TV gradualmente ganhando mais as cores dourada, verde e vermelha. Se bem que as cores de abertura do Natal eram azul e branca, com o comercial da Marabraz que tinham Zezé de Camargo e Luciano cantando o jingle “...Quero ver você não chorar...”. Ou também a musiquinha da Magazine Leader "... Já é Natal na Magazine Leader..."

Os canais de televisão faziam programas especiais de Natal, mini-séries, passavam animações temáticas da Disney, o intuito de reunir as pessoas em volta da televisão. Porém de uns anos para cá, tenho percebido bem menos espaço desse tipo de programação na TV aberta. Hoje já é dia 19, e ainda não vi um comercial falando do Especial de Fim de Ano do Roberto Carlos. Olhem o absurdo. 

Vejo mais propagandas de cervejas relacionadas a verão, do que de aves congeladas para a ceia. Até propagandas estão sendo problematizadas.

Gradativamente, vejo isso refletido do lado de fora do monitor. Eu por exemplo, estou animado em estar junto com a família, como se fosse um domingo qualquer. Onde já se viu, o Natal estar no mesmo nível de uma tarde de domingo? Será que não estou ouvindo mais o meu sino?

Isso eu estava pensando há meia hora. Mas os Correios acabaram de me devolver o espírito natalino. Recebi meu auto presente Natal, dois dias antes do prometido para entrega. Era um Funko Pop do Baby Groot. Olha o sorrisinho desse fidamãe.




Foi algo que me trouxe um sentimento bom. Não por ser um bem material, longe disso. Poderia ter sido um afeto de qualquer pessoa, alguma mensagem de um alguém em especial, um jantar feito com amor e carinho por nós, ou para nós. E pra quem duvida que isso é um sinal do Espírito do Natal, olha a caixa que veio embalando ele.




Foda-se que o Espírito Natalino possa estar morrendo nas mídias. Não podemos deixar que ele morra dentro de nós.

Postar um comentário

0 Comentários